5 ansiedades de começo de namoro e como se livrar delas

Por Redação Wolfoxy - em Relacionamento - 12 de abril de 2017

Entrar em um novo relacionamento é um mix da deliciosa ansiedade de estar com alguém e querer impressioná-lo junto da torturante ansiedade de se pressionar para dar o seu melhor. Essas coisas andam juntas. Fora a ansiedade que o sexo fresco traz, mas isso é papo para outra hora.

A questão é que existem alguns sentimentos padrão que são comuns a todo início de relação e, apesar de não parecer, tudo isso pode ser resolvido com conversa. É um tanto quanto clichê resumir sempre soluções a diálogo, mas a verdade é absoluta: conversar sobre tudo que você sente não só é a melhor coisa a se fazer pra ter uma relação saudável, como também ouso dizer que deveria ser a base de qualquer namoro.

Nada aproximará mais vocês dois do que aquela conversa de horas e horas voltando de carro da casa dos seus pais no interior ou aquelas madrugadas trocando mensagens. Sinceramente, existe algo melhor do que ficar ao lado da pessoa com quem você nem vê o tempo passar? Isso sim é divertido e apaixonante. Tendo a importância disso em mente, analise os problemas do começo da relação para ter autonomia de resolver perfeitamente entre vocês.

foto: reprodução

1 – Saber interpretar o que seu namorado quer dizer

Na maioria quase absoluta de vezes, apesar de tentarem e dizerem que sim, as pessoas não conseguem ser 100% sinceras no começo de uma relação. Isso exige um esforço muito maior da parte do outro, principalmente quando ele é o mais maduro ou tem maior inteligência emocional. A chave para conseguir saber o que seu parceiro realmente quer dizer é analisar bem as ações dele, acima das palavras. Analise o jeito que ele diz cada coisa. Se ele diz que gosta muito de teatro (porque você sugeriu de vocês assistirem), mas depois nunca mais pensou em ir ao teatro, suspeite que ele quer te agradar mais do que realmente gosta de fazer isso. O que não é ruim, mas pode desgastar o sentimento de vocês com o tempo.

2 – A hora certa de apresentá-lo para a família

Essa é uma das partes mais delicadas, mas conversar sobre é a melhor coisa. Particularmente, depois da primeira viagem de vocês existirá muito mais intimidade, então será simples colocar esse assunto em pauta.

3 – Quando se abrir para o parceiro

A hora certa de se abrir emocionalmente, diferente do que a maioria das pessoas pensa, tem que acontecer antes do relacionamento, não depois que ele já está em projeto ou em vigor. Não há nem motivo para começar uma relação com alguém em quem você não confie plenamente para dizer o que sente.

4 – Saber em que passo está sua relação

Esse é um dos maiores problemas, mas de novo: você só saberá com muita conversa. Definir a hora de se ver todo fim de semana, quando apresentar sua família, quando apresentar seus melhores amigos, tudo isso só será definido depois que vocês confiarem plenamente um no outro, e pra isso precisam de diálogo.

5 – Falar sobre o passado

Outro ponto muito complexo, falar sobre ex namorados é algo que pode gerar insegurança, mas não falar será ainda pior, visto que uma hora ou outra alguma informação aparecerá, isso pode levar seu parceiro a se fazer mil questionamentos ou querer stalkear. Por isso apenas seja aberto e deixe claro que, se acabou, é porque vocês já não tinham razões para estar juntos, coisa que você tem de sobra nessa nova relação.