Menino do Acre: Mistério se estende ainda mais com a hipótese de relação com a Cicada 3301

Por Redação Wolfoxy - em Bizarro - 11 de abril de 2017

O caso do desaparecimento do jovem Bruno de Melo Silva Borges  vem causando tremenda repercussão nas redes-sociais e afins. Afinal, além do jovem ter simplesmente “sumido”, ele deixou para trás diversas – e misteriosas – informações. O rapaz “customizou” seu quarto inteiro com o que alguns curiosos acreditam ser pistas sobre algo significativo para aqueles que adoram uma teoria da conspiração. A notícia de seu desaparecimento tornou-se reportagem no dia 4 de abril, e, recentemente, surgiu uma nova teoria por detrás do cenário enigmático que Bruno, meticulosamente, organizou. Uma relação com o projeto Cicada 3301.

Exemplo dos enigmas do projeto Cicada 3301 a serem decifrados. Fonte/; Reprodução

Mensagens criptografadas e a possível relação com a Cicada 3301:

O projeto conhecido como Cicada 3301 percorre a internet já faz uns bons anos. Com seu início em 2012, o projeto tem como ideia selecionar e recrutar os indivíduos que consigam solucionar os enigmas da Cicada. Todos os anosfe – ou pelo menos nos últimos – os enigmas são dispostos no mundo inteiro, de natureza extremamente complexa. Os que conseguem chegar até a última etapa do desafio geralmente são pouquíssimos, as vezes, ninguém consegue. Não se sabe muito bem os objetivos reais da Cicada, mas as especulações são de que alguma organização de inteligência, criminosa, ou vinculada com a NSA ou a CIA. Existem também os rumores de que tudo não passe de uma mera piada, e só.

Nos últimos dias, apareceu o questionamento sobre o Bruno – nosso desaparecido em questão – ter suas mensagens e livros criptografados, relacionadas com a Cicada 3301. Em uma das fotos tiradas de uma das paredes de seu quarto, é possível notar o típico símbolo da Cicada: A silhueta de uma cigarra.

 

Tentando decifrar o enigma:

O estudante Alexandre Marques é o exemplo da necessidade de saber mais e matar a curiosidade. Ele criou um grupo de discussão do caso.

“Vi que as pessoas andavam meio ‘perdidas’, querendo saber mais e se aprofundar, assim como eu”, conta ele, que administra o “Bruno Borges – Estudos”, com quase 3.800 registrados.

“Sempre fui uma pessoa interessada em mistérios e enigmas. O caso do Bruno é algo que me chamou a atenção, parece coisa que só víamos em filmes. Por conta disso, acabei me aprofundando mais em tudo relacionado a ele.”, explicou o estudante.

A internet também vêm mostrando interesse em decifrar as mensagens. Mas, para isso, é necessário que os livros se tornem disponíveis para o acesso. No caso, o diretor da Antecipe – plataforma de gerenciamento de vulnerabilidades – Igor Rincon, e o líder de desenvolvimento, Renoir dos Reis, criaram um site chamado “Decifre o Livro” para ajudar a descriptografar outras páginas que venham a surgir.

Os boatos de seu desparecimento são inúmeros. Dentre eles, a hipótese de abdução extraterrestre e até mesmo com a possibilidade de Bruno ser a reencarnação de um filósofo antigo.

Confira abaixo as filmagens do quarto de Bruno: