Exemplos de namorados, qual é o seu?

Por Redação Wolfoxy - em Comportamento - 13 de abril de 2017

Em um relacionamento, as pessoas se deparam com vários tipos de namorados. Alguns se repetem mais, enquanto que outros não. Existem tipos e tipos de namorados e, com os términos de relacionamentos, vários tipos de ex-namorados também. Aqui temos alguns tipos de namorados, qual é o seu?

Foto: (Reprodução)

O romântico: Adora fazer surpresas para você. Surpreende com e-mails, SMS, bilhetes e flores no horário em que você está trabalhando. Gosta de agradar e demonstrar o que sente por você. Prefere cinema no lugar da balada ou churrasco e sempre busca programar jantares a dois. Faça o mesmo por ele, faça sempre surpresas, jantares românticos. E não seja uma mulher das cavernas, aquela que não gosta de romantismo, pois se ele perceber ou ele vai deixar de ser romântico por inteiro, ou vai partir para outra.

O pegajoso: Faz de tudo para estar com você e segundos depois que você vai embora ele manda uma mensagem dizendo que já está com saudades. Se pudesse te levaria com ele até no trabalho. Pode ser confundido com o carente, mas gruda em você para tentar se assegurar de que não irá te perder. Tem que saber lidar com esses, nem toda mulher gosta também. Para esse namorado, um longo tempo significa um dia sem notícia sua.

O descompromissado: Aquele que gosta de ter espaço, gosta de sair com os amigos sem dar satisfação, o que gosta de fazer tudo o que tem vontade. Muitos hoje em dia são assim. Então, não seja o tipo de namorada que fica ligando o tempo todo, nem ficar cobrando ele de tudo, ele odeia cobrança. Demonstre que você confia nele, e não arrume briga só porque ele quer sair com os amigos, saia com as suas também, o namoro é a base de confiança.

O parceiro: é aquele que antes mesmo do casamento já exerce o “prometo-te ser fiel na alegria e na tristeza, na saúde e na doença…”. Ele está com você para o que der e vier. Sempre te apoia nas decisões, mesmo aquelas do dia a dia. Gosta de demonstrar o que sente por você e deixa claro que sempre te defenderá. Ele sempre quer te ajudar. Oferece para levá-la à faculdade, ao trabalho, ao médico. Nunca te deixa carregar a compra sozinha, e de quebra ainda lava a louça do jantar. Seja uma parceira para ele também, não negue uma ajuda a ele, esteja sempre presente quando ele precisar.

O carente: Quase sempre fica emburrado quando você vai embora. Isso se torna motivo para pequenas intrigas ou dramatização. Sair com as amigas? Só se for com ele junto. Caso contrário dirá que você está trocando-o por elas. Quando estão juntos ele mais parece um poodle pedindo carinho e você quase sempre se questiona se ele dorme com o ursinho que ganhou da mãe aos 5 anos de idade.

 

 

Fonte(s)