E se você parar de beber água?

Por Redação Wolfoxy - em Ciência - 10 de março de 2017

Se você se lembrar de suas aulas de Biologia com certeza vai lembrar que o corpo humano é feito em grande parte por água, sem água nosso corpo ele começa a falhar rapidamente. Cerca de 60% dele é constituído pelo líquido, parte é eliminado pelo suor para resfria-lo e outra parte pela urina. O tempo de sobrevivência sem água varia de três a cinco dias, todavia há relatos de pessoas que sobreviveram mais tempo. Por isso ela é tão fundamental para o nosso corpo e não pode ser desperdiçada de forma alguma, pense na importância dela antes de desperdiçar.

A água fornece nutrientes para o corpo, lubrifica os olhos e articulações, além em de regular nossa temperatura corporal.08 Sem água ficamos de mau humor, a pele fica seca e a falta de energia se faz presente. Quando estamos desidratados o nosso cérebro envia sinais para reter a água em nós por mais tempo. Entre as consequências estão também a possibilidade de tonturas. A longo prazo a falta do líquido pode causar diabetes, problemas com o colesterol, prisão de ventre. O cérebro se contrai e trabalha mais até a falta de água começar a fazer seu corpo falhar.

(Foto: Reprodução)

(Foto: Reprodução)

A educadora Mia Nacamulli explica em uma animação divulgada em uma conferência TED-Ed, voltada para a educação, que quando o corpo se desidrata as terminações nervosas do hipotálamo do cérebro enviam sinais para a liberação de um hormônio antidiurético. Este hormônio chega até os rins e estimula as aquaporinas, proteínas das membranas das células que podem transportar moléculas de água, permitindo que o sangue retenha mais água no corpo. A urina fica mais escura, o cheiro mais forte e a produção de saliva diminuiu assim como a vontade de urinar.

É recomendado aos homens beber entre 2,5 litros e 4 litros e às mulheres entre 2 litros e 3 litros. O excesso também causa malefícios ao corpo no entanto pesquisadores de Harvard afirmam que o organismo da pessoa, o clima, a dieta influenciam e de forma alguma pode se estabelecer um padrão. Mulheres grávidas e que estão alimentando devem beber uma maior quantidade de água.

Existem também diversas frutas e legumes com grandes quantidades de água que podem ser inseridas na alimentação. O CDC ( Controle e Prevenção de Doenças Americano ) sugere adicionar uma rodela de limão para dar gosto à água para aqueles que não gostam de beber água. O importante é beber água!